Projeto Hidráulico: Um Guia Completo

A norma que rege um projeto hidráulico é a NBR 5626. Nela temos todas as diretrizes para projetarmos instalações de água fria. Portanto ela será a base deste artigo também, além de várias outras literaturas disponíveis no mercado brasileiro.

Isométrico de um projeto hidráulico em dwg
Detalhe isométrico de um projeto hidráulico

Todos os detalhamentos em DWG usados neste artigo estão disponíveis para DOWNLOAD na minha biblioteca.

Tanque dwg
Detalhe de tanque em DWG
Mictório dwg
Detalhe de mictório em DWG
Torneira dwg
Detalhe de torneira em DWG
projeto hidráulico de instalação de tanque e lavadora em dwg
Detalhe hidráulico de instalação de tanque e lavadora

Entrada de água

Geralmente uma instalação hidráulica é alimentada pela rede pública de abastecimento.

Existem casos de termos que prever um poço no projeto, mas são raros. A maioria dos grandes municípios contam com um sistema público de abastecimento de água.

Porém, é papel do projetista verificar com a concessionária a existência da rede no local e as demais informações como, por exemplo, pressão e frequência de abastecimento.

Detalhe em DWG de um hidrômetro e a entrada de água
Detalhe de uma ligação da rede pública de abastecimento
hidrômetro de passeio em um projeto hidráulico
Hidrômetro no passeio

Hidrômetros individuais

Item interessante para quem faz projeto hidráulico porque na norma não consta nada sobre o assunto.

Se você mora em um edifício antigo, provavelmente paga a conta de água por rateio. Isso significa que o hidrômetro lá no térreo mede o consumo total e todo esse valor é dividido igualmente entre os moradores.

Entretanto, esse é sabidamente um modelo injusto de cobrança, e que pode gerar muito desperdício.

foto de hidrômetro individual de um edifício
Hidrômetros para medição de água quente e água fria

Hidrômetros no Hall dos pavimentos

Agora veja essa imagem:

Detalhe de hidrômetros individuais de um projeto hidráulico
Abrigo de medição de água e gás

Isso é um abrigo de medição individual de água e gás de um projeto hidráulico. Fica localizado no hall do pavimento (numa área em comum) e é ali onde é feito a leitura de consumo de cada apartamento.

detalhe em dwg de abrigo de medição de água
Abrigo de medição de água

Hidrômetros concentrados na cobertura

Projeto hidráulico em BIM
Projeto hidráulico em BIM: Hidrômetros na cobertura

Já nesse modelo os hidrômetros individuais ficam todos concentrados na cobertura.

Uma vantagem desse sistema em relação ao outro é que não necessita de um espaço no hall dos pavimentos para fazer um abrigo de medição. Isso pode trazer algum tipo de vantagem estética também.

Uma desvantagem é o consumo de material. Isso porque a partir da cobertura irá descer um tubo para alimentar cada apartamento.

Leitura dos hidrômetros

Vale ressaltar que normalmente a concessionária não entra nos edifícios para fazer essa medição.

O que normalmente acontece é o condomínio contratar uma empresa de leitura dos hidrômetros e essa empresa indicar o valor da fatura para cada proprietário.

Ou seja, a concessionária faz a cobrança geral do edifício através daquele hidrômetro geral lá no térreo, de frente para a via pública, e a empresa contratada pelo condomínio faz a distribuição correta pelo que cada um consumiu.

Reservatórios de água

Geralmente o posicionamento dos reservatórios e feito pelo arquiteto. Mas para o projeto hidráulico devemos conferir se o volume indicado no projeto arquitetônico está correto e se há a necessidade de um reservatório inferior.

Para sabermos se um projeto necessita de um reservatório inferior devemos consultar a concessionária de abastecimento para saber a pressão no local.

Entretanto, é prudente considerar que prédios de 3 ou mais pavimentos tenham uma cisterna.

Reservatório superior

Caso a posição da caixa d’água fique a critério do projetista hidráulico, é recomendado que seja posicionado o mais próximo possível dos pontos de água, principalmente do chuveiro, devido a perda de carga nas tubulações.

Também devemos pensar na estrutura na hora de escolhermos o seu posicionamento. Procurar posicioná-lo próximo dos pilares ou evitar o centro das lajes são boas práticas de um projeto hidráulico.

Detalhe de uma caixa d'água em DWG
Detalhe de uma caixa d’água

Este é um detalhe típico de um reservatório superior. Tubulação de limpeza, extravasor e ventilação acontecem de ser esquecidas pelo projetista. Não cometa esse erro.

Reservatório inferior

Na hora de projetarmos, devemos tomar alguns cuidados.

  • Evitar passar tubulações de esgoto próxima
  • Elevar a tampa com relação ao piso acabado
  • Evitar apoiar a caixa diretamente no solo
  • Prever um espaço adequado para a casa de bombas

Agora repare neste detalhe:

Detalhe de uma cisterna em dwg
Corte de um reservatório inferior

Esse é um corte de um reservatório inferior. Veja que a cisterna em si está protegida por uma outra estrutura de concreto. Isso é muito importante para evitar a contaminação da água com o solo.

Outro fator importante nesse detalhe é o posicionamento da bomba de recalque (seta vermelha).

Ela está posicionado dentro do compartimento e abaixo do nível da água. Isso faz com que a bomba trabalhe de forma afogada, evitando a sucção. Isso aumenta muito a vida útil dela.

Então, sempre que possível, posicione a bomba desta maneira.

detalhe de bomba de recalque em um projeto hidráulico
Detalhamento de bomba de recalque em reservatório de concreto

Materiais

A escolha correta dos materiais é fundamental no projeto hidráulico.

Embora o tubo de PVC rígido soldável marrom seja o mais utilizado, irão surgir situações de projeto em que outros tipos de tubos deverão ser usados.

Por exemplo

Em edifícios altos onde a pressão ultrapasse os 40 m.c.a (geralmente prédios com mais de 12 pavimentos) a tubulação de recalque não pode ser de PVC rígido soldável marrom porque a pressão máxima suportada por ela é de 40 m.c.a.

Portando deverá ser substituída pelo cobre, aço galvanizado, PPR ou CPVC.

Por isso é importante conhecermos as informações técnicas de cada material.

Sistema PEX no projeto hidráulico

Detalhe do sistema PEX
Detalhe isométrico do sistema PEX de água fria
Detalhe do sistema PEX de água quente e fria
Detalhe isométrico do sistema PEX de água quente e fria

O uso do PEX ganhou espaço nas construções devido a facilidade de se instalar, diminuição de tempo e mão de obra de execução. Portanto, gerando economia para as construtoras.

Peças

Detalhe em DWG da ligação do vaso sanitário
Detalhe em DWG da ligação do vaso sanitário
Detalhe em DWG de uma pia de cozinha
DWG de uma pia de cozinha
Detalhe em DWG de um lavatório
Detalhe em DWG de um lavatório
Detalhe em DWG de um ar condicionado split
Detalhe em DWG do dreno de ar split

Pressurizador

Nem sempre é possível alcançar a pressão adequada na hora de dimensionarmos o projeto hidráulico. E isso se dá por alguns fatores, como por exemplo:

  • Impossibilidade de elevar o reservatório;
  • Ponto de consumo distante do reservatório e
  • Sistema de aquecimento de água que exijam uma pressão maior para funcionar.

Também devemos pensar na posição do pressurizador, evitando colocá-lo sobre a laje de quartos e sala, pois o ruído pode causar incômodo.

Evitar também apoiá-lo diretamente sobre a laje pelo mesmo motivo do ruído. O ideal é posicionar o pressurizador sobre uma plataforma de borracha.

projeto hidráulico com pressurizador de água
Detalhamento de um sistema de pressurização de água de uma residência

Válvulas redutoras de pressão

A norma limita a pressão estática máxima no ponto de consumo em 40 m.c.a. Isso significa que em prédios altos, geralmente acima de 12 ou 13 pavimentos, devemos usar uma válvula redutora de pressão afim de reduzir a pressão na rede hidráulica.

Essa válvula costuma ficar posicionada em pavimentos intermediários para que, a partir dela, a pressão na rede seja menor.

Detalhe de válvula redutora de pressão
Detalhe de uma estação redutora de pressão

Ou seja, através desta válvula podemos ajustar a pressão de saída.

No exemplo deste projeto da imagem a válvula foi instalada com uma pressão de entrada de 30 m.c.a e a saída ajustada para 15 m.c.a.

Altura dos pontos de utilização no projeto hidráulico

As alturas utilizadas para pontos de água e registros podem variar de acordo com cada projeto hidráulico e também pela preferência do cliente.

Porém, existe um padrão de alturas mais utilizadas:

Tabela de alturas dos pontos de água
Tabela em DWG com as alturas dos pontos de água

Projeto Hidráulico: Softwares do mercado

Os softwares mais comuns para a realização de um projeto hidráulico hoje são: AutoCAD, Revit e QiBuilder. Sendo estes dois últimos, BIM.

Embora o BIM tenha chegado para ficar, ainda é muito comum os projetos serem realizados no AutoCAD.

projeto hidráulico em formato DWG
Projeto Hidrossanitário desenvolvido no AutoCAD

Abaixo, listarei algumas das principais vantagens de cada software:

QiBuilder:

É o software que eu uso para a elaboração dos meus projetos hidráulicos.

Vantagens:

  • Dimensionamento automático
  • Geração de listas de materiais
  • Geração de memorial de cálculo automático
  • Menos tempo gasto com desenhos
  • Exportação IFC para compatibilização
  • Entre outros.

Em suma, a grande vantagem do QiBuilder Hidrossanitário é que ele permite com que você “gaste tempo” buscando soluções para o projeto, de fato. E não com dimensionamento, desenhos e etc.

A plataforma foi desenvolvida visando dar produtividade ao projetista. Ou seja, desenvolver projetos em menos tempo.

projeto hidráulico em BIM
Projeto hidráulico compatibilizado com o estrutural e elétrico

Revit

Diferente do QiBuilder, o Revit é um software de modelagem. Isso significa que o objetivo final dele é modelar o projeto hidráulico. E nisso ele ganha disparado do QiBuilder.

Porem, a parte de dimensionamento segundo as normas brasileiras vigentes não é incorporada no programa.

O dimensionamento fica dependente de plugins externos ou do método manual, no Excel.

projeto hidráulico no Revit
Projeto hidráulico desenvolvido no REVIT

AutoCAD

Programa mais presente nos computadores dos projetistas, ainda é o mais utilizado para a elaboração de projetos complementares.

Isso se deve pela facilidade de uso comparado aos demais e também de possuir uma versão estudantil gratuita, bem como o Revit.

Vale ressaltar que o QiBuilder não possui uma versão estudantil.

projeto hidrossanitário em dwg
Projeto de esgoto no AutoCAD
esquema vertical de água fria em dwg
Esquema vertical de água fria
pia de cozinha em dwg
Detalhamentos de ligação de água fria e esgoto em pia
detalhamento hidráulico de tanque em dwg
Detalhe de ligação de tanques

O projeto hidráulico para projetistas

Sou projetista de instalações hidrossanitárias há 7 anos. Comecei como estagiário em um escritório pequeno.

Desde então eu passei por muitas situações de projetos que me forçaram a aprender mais e mais sobre como tudo isso funciona.

O projeto hidrossanitário é um dos mais complexos se comparado aos outros projetos complementares de uma edificação.

É também o projeto com mais causa incompatibilidade com a estrutura e demais disciplinas.

Então, se você está neste artigo e pretende estudar para se tornar um projetista hidráulico, aqui vão algumas dicas de amigo:

  • Não se prenda somente a norma. Busque literaturas para complementar os estudos
  • Vá à obra. Não fique preso na teoria. Vá ao canteiro. Converse com o encarregado. Veja quais são suas dúvidas na leitura do seu projeto e quais as dificuldades ele está tendo para executar o que você projetou. Isso fará o nível do seu projeto subir muito.
  • Adquira um bom software BIM. Eu recomendo o QIBuilder.
  • Tenha um mentor para tirar possíveis dúvidas que venham a aparecer. Caso você não tenha essa pessoa, meu e-mail está no menu ‘contato’ e ficarei feliz se puder ajudá-lo.
  • Tenha vários “projetos modelo”. Uma das melhores maneiras de aprender a projetar é estudando projetos de terceiros. Por isso eu tenho uma galeria de projetos para download disponível aqui. Todas as imagens deste artigo também estão nesse arquivo em formato DWG.